Ensaios Acreditados

Qualidade do concreto, solos, agregados e misturas betuminosas.

ENSAIOS ACREDITADOS

A SOLOCAP obteve em 30 de setembro de 2016, o Certificado da Acreditação na norma ABNT NBR ISO/IEC 17025 – Requisitos Gerais para Competência de Laboratórios de Ensaio e Calibração, como primeiro laboratório de Geotecnia de Minas Gerais acreditado pela Coordenação Geral de Acreditação do INMETRO – Cgcre, cujo escopo abrange uma gama de ensaios para avaliação da qualidade de materiais como concreto fresco e endurecido, solos, agregados e misturas betuminosas, entre outros.

MISTURA BETUMINOSA

9

DNER ME 043:1995 - Ensaio Marshall

Determina os parâmetros de estabilidade e fluência a partir de corpos de provas de asfalto moldados. A Estabilidade Marshall é a carga máxima que o corpo de prova resiste, antes da ruptura. A Fluência Marshall é a deformação máxima apresentada pelo corpo de prova, correspondente à aplicação da carga máxima.

9

DNER ME 117:1994 - Determinação da densidade aparente

Determina a densidade aparente, a partir da moldagem de um corpo de prova de asfalto e da ponderação de seu peso ao ar e submerso.

9

DNER ME 053:1994 - Determinação da porcentagem de betume

Determina em porcentagem a quantidade de ligante utilizada em uma amostra de mistura asfáltica.

9

DNIT 136:2018 - Determinação da resistência à tração por compressão diametral

Determina a resistência à tração a partir da aplicação no corpo de prova de asfalto de duas forças concentradas e diametralmente opostas de compressão, até que se dê a ruptura por separação das duas metades.

9

DNER ME 078:1994 - Determinação da adesividade de agregado graúdo à ligante betuminoso

Determina por avaliação visual a adesividade do agregado ao ligante betuminoso.

SOLOS

9

ABNT NBR 7181:2016 - Versão corrigida 2:2018 - Análise granulométrica

Determina a distribuição das partículas constituintes do solo em classes de tamanho.

9

ABNT NBR 6457:2016 - Amostras de solo - Preparação para ensaios de compactação e ensaios de caracterização

Envolve operações de secagem, destorroamento, quarteamento, pesagem e peneiramento, obtendo amostras homogêneas e representativas em quantidade suficiente para os ensaios.

9

ABNT NBR 9895:2016 - Versão corrigida 2017 - Determinação do índice de suporte Califórnia

Determina o ISC (Índice de Suporte Califórnia) que é a relação entre a pressão necessária para penetrar um pistão cilíndrico padronizado em um corpo de prova de um determinado solo e a pressão necessária para penetrar o mesmo pistão em uma brita graduada padrão.

9

ABNT NBR 7180:2016 - Determinação do limite de plasticidade

Determina o valor da umidade em que o solo passa do estado plástico para o estado semi-sólido.

9

ABNT NBR 6459:2016 - Versão corrigida 2017 - Determinação do limite de liquidez

Determina o valor de umidade em que o solo passa do estado líquido para o estado plástico.

9

ABNT NBR 6458:2016 - Versão corrigida 2/2017 - Anexo B - Determinação da massa específica dos grãos de solos que passam na peneira de abertura 4,8mm

Determina a densidade real do solo que é a razão entre o peso, a vácuo, da unidade de volume de um material a uma dada temperatura e o peso, a vácuo, da massa de igual volume de água destilada, livre de gases, à mesma temperatura.

9

ABNT NBR 7182:2016 - Ensaio de compactação

Determina a massa específica aparente seca máxima do maciço terroso, condição que otimiza o empreendimento com relação ao custo e desempenho estrutural e hidráulico.

AGREGADOS

9

ABNT NBR NM 248:2003 - Determinação da composição granulométrica

Determina as dimensões das partículas do agregado para concreto e suas respectivas porcentagens de ocorrência.

9

ABNT NBR 7809:2019 - Determinação do índice de forma pelo método do paquímetro do agregado graúdo

Determina um índice que permite avaliar a qualidade de um agregado graúdo em relação à forma dos grãos.

9

Ensaio de abrasão Los Angeles - ABNT NBR NM 51:2001

Determina a resistência ao desgaste superficial dos grãos de agregados quando submetido ao atrito.

9

DNER ME 083:1998 - Análise granulométrica

Determina as dimensões das partículas do agregado e suas respectivas porcentagens de ocorrência.

9

DNER ME 084:1995 - Determinação da densidade real do agregado miúdo

Determina a densidade real do agregado que é a razão entre o peso, a vácuo, da unidade de volume de um material a uma dada temperatura e o peso, a vácuo, da massa de igual volume de água destilada, livre de gases, à mesma temperatura.

9

DNER ME 153:1997 - Agregados em estado compactado seco - Determinação da massa específica aparente

Determina a massa de agregados no estado compactado seco que ocupam uma unidade de volume.

9

DNER ME 086:1994 - Determinação do índice de forma

Determina um índice que permite avaliar a qualidade de um agregado graúdo em relação à forma dos grãos.

9

DNER ME 195:1997 - Agregados - Determinação da absorção e da massa específica de agregado graúdo

Determina a absorção e a massa específica nas condições seca e saturada, superfície seca de agregado graúdo, natural ou artificial, para aplicação nos estudos de dosagem e produção de concreto.

9

DNER ME 089:1994 - Avaliação da durabilidade pelo emprego de solução de sulfato de sódio ou de magnésio

Quantifica a perda de material através de uma solução padronizada de sulfato de sódio anidro ou de magnésio.

CONCRETO

9

Amostragem de concreto fresco - ABNT NBR NM 33:1998

Determina o procedimento adequado de coleta e preparação das amostras de concreto fresco para realização de ensaios que permitam determinar suas propriedades.

9

Determinação da consistência pelo abatimento do tronco de cone - ABTN NBR NM 67:1998

Realizado para verificar a trabalhabilidade do concreto em seu estado plástico, buscando medir sua consistência e avaliar se está adequado para o uso a que se destina.

9

Procedimento para moldagem e cura de corpos de prova - ABNT NBR 5738:2016

Determina o procedimento adequado para moldagem e cura de corpos de prova cilíndricos e prismáticos de concreto.

9

ABNT NBR 5739:2018 - Ensaios de compressão de corpos-de-prova cilíndricos

Determina a resistência à compressão (fck) do concreto, propriedade diretamente ligada à segurança e à estabilidade estrutural. É capaz de indicar eventuais variações quanto a dosagem ou insumos.